19 de maio

Soja

A soja devolveu parte dos ganhos dos últimos dias e encerrou o pregão da última quarta-feira (18) com perdas relevantes na Bolsa de Chicago. De modo geral, o humor do mercado financeiro esteve pior, com os investidores liquidando posições em grãos e petróleo, ao mesmo tempo em que compravam dólar, causando valorização da divisa ante a várias moedas, inclusive ante ao real. Além desta piora no humor do mercado, o trigo, que vinha liderando os ganhos desde segunda-feira com o banimento das exportações da Índia, passou por um forte movimento de correção e caiu de forma significativa, retirando o suporte dos grãos vizinhos. A expectativa de uma economia mundial enfraquecida com a volta da Covid-19 na China e a guerra entre Rússia e Ucrânia também deixam o mercado menos disposto ao risco, o que ocasionalmente contribui para liquidações de posições. Por isso, a soja caiu 15,25 centavos no contrato de julho.

Fonte: Granopar

Milho

O milho foi fortemente influenciado pelas quedas relevantes do trigo e encerrou o pregão da última quarta-feira (18) com perdas significativas na Bolsa de Chicago. Além do recuo de quase 4% no mercado vizinho, por conta de uma realização de lucros depois dos fortes ganhos acumulados nos pregões anteriores, o milho foi contaminado também pela queda de 2,5% no petróleo e pela alta do dólar ante a várias moedas, cenário típico de um dia de maior aversão ao risco no mercado financeiro. Diante disso, no fechamento, o contrato de julho do cereal caía 19,25 centavos.

Fonte: Granopar

Trigo

O trigo passou por um forte movimento de vendas especulativas visando ao lucro e encerrou o pregão da última quarta-feira (18) com perdas significativas nas bolsas dos EUA. O cereal vinha acumulando altas nas últimas semanas, sendo mais de 22% apenas neste mês, principalmente depois que a Índia confirmou o banimento de suas exportações e a possibilidade de importar trigo neste ano. Porém, os investidores resolveram liquidar posições para realização de lucros, em meio a um cenário de maior aversão ao risco. Por isso, o contrato de julho caiu 46,75 centavos na CBOT e 43,25 pontos em Kansas City.

Fonte: Granopar

Dólar

Dólar EUACompra (R$)Venda (R$)
18/05 (PTAX)4,95864,9592
18/05-13:004,97224,9728

Fonte: Banco Central do Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *